Design, Estilos, Inspiration

Como transformar a atmosfera de sua casa com o estilo minimalista?

Combinando elegância e funcionalidade, deixando de lado os excessos, o estilo minimalista dá a ideia de ambientes básicos, cleans e arrumados. Criado na década de 60, como uma série de movimentos artísticos, culturais e científicos, o estilo minimalista cresceu e atingiu várias áreas, até se tornar um estilo de vida, chegando aos lares das pessoas e influenciando tanto a arquitetura e a decoração quanto o modo de organizar das pessoas que optam pelo “menos é mais”.

Pode se dizer que a intenção desse estilo é excluir excessos. O carro chefe do minimalista é sempre adotar somente o essencial. Para aliar a estética à funcionalidade, é preciso deixar o cômodo mais vazio para valorizar a qualidade no lugar da quantidade. Alguns dos preceitos desse estilo são utilizar cores neutras, como branco, preto e cinza, formas geométricas simples, móveis multifuncionais e poucos elementos de destaque. A decoração minimalista traz a impressão que “tudo faz parte de tudo”.

 

 

A organização é imprescindível para um espaço minimalista. Cada objeto deve ter seu local de origem, sem excessos na decoração. O objetivo é trazer equilíbrio ao ambiente. Para aplicar o minimalismo através da organização, deve utilizar um método chamado declutter — que também é conhecido como “destralhe” – que procura deixar apenas os itens que te trazem felicidade, ou seja, o que é realmente necessário.

Baseada na sobriedade, elementos puramente decorativos são quase ausentes na decoração minimalista. A extravagância e o excesso devem ser cuidadosamente substituídos por uma atmosfera fundamentada na simplicidade, em que cada móvel, objeto ou elemento tenha a sua função e sua razão de existir no cômodo.

Esse estilo está longe de ser desinteressante ou chato, pelo contrário, o ambiente minimalista é repleto de elegância e personalidade. Os interiores desse tipo de decoração são compostos pelo o predomínio de linhas retas e traçados geométricos, ao invés de usar as curvas e a sinuosidade típicas de outras decorações. Já o mobiliário exerce uma função central na decoração minimalista. Os móveis são escolhidos com muita cautela, para não obstruir o espaço livre da casa, além de facilitar as tarefas diárias. Cadeiras, mesas, sofás, cortinas tudo é escolhido conforme sua função. Isso se dá, devido ao fato dos cômodos minimalistas serem mobiliados com o essencial.

Neste ambiente minimalista os modelos de Cortinas Rolô e Romana se encaixam bem, por serem práticas e de design simples. As cores claras e materiais sofisticados, trazem modernidade.

 

 

Seguem algumas dicas para transformar sua casa através da decoração minimalista:

1- Desapego: esse é o primeiro passo para uma decoração minimalista. Se você faz o tipo que acumula objetos e móveis por toda parte da sua casa, é hora de parar. Quase sempre acumulamos tantos objetos que a única solução é desapegar. Doe, troque ou venda tudo que não estiver usando.

2- Menos é mais: não precisa explicar. É isso mesmo. Nada de excessos.

3 – Limpeza: não adianta fugir. A limpeza do ambiente é um dos aspectos principais da decoração minimalista.