Categoria

Inspiration

Decoração, Inspiration, Sala

Dicas para decorar ambientes pequenos 

Decorar ambientes pequenos pode ser uma dor de cabeça. Por isso, vamos dar algumas dicas para ajudar quem mora num ambiente pequeno e deseja decorá-lo de uma maneira eficiente, porém charmosa.

Cores

Vamos começar pelo uso das cores. Nesse caso, use e abuse das cores claras. Elas vão dar a sensação de amplitude, além de deixar os ambientes com a impressão de serem maiores do que realmente são. Isso não que dizer, que você não possa optar por tons mais escuros. Uma boa sugestão, é usá-los em móveis ou objetos como, por exemplo, almofadas ou quadros. Outra ideia legal, é escolher uma das paredes de um ambiente para pintá-la com uma cor mais quente. Persianas e cortinas também devem seguir tonalidades claras.

Móveis

Outro fator que você deve prestar atenção, é na circulação ideal para determinado espaço e só  depois comprar os móveis. Às vezes, as pessoas compram de acordo com seus desejos e não conforme o tamanho do espaço. É importante também, optar por móveis com mais de uma utilidade, desta maneira você terá espaços mais práticos, além de evitar “poluir” o ambiente com muitos itens. Um exemplo: você pode usar um pufe redondo na sala que pode servir tanto de apoio para os pés, como uma opção de assento adicional.

Um truque muito bacana, é usar espelhos na decoração, porque assim, você consegue ampliar o espaço. Você pode colocar em uma parede inteira, na vertical ou na horizontal. Eles possuem o poder de praticamente dobrar a profundidade de um ambiente. Você também pode usar vários espelhos pequenos, em conjunto. Eles vão oferecer suavidade e leveza ao espaço.

Um objeto que pode lhe ajudar muito na hora de decorar um espaço pequeno, são os nichos. Quem precisa de espaços para guardar livros, acessórios e objetos da casa, por exemplo, pode investir em nicho.

Já as portas de correr, são outros acessórios que ajudam bastante. As portas de abrir exigem um espaço para serem abertas, enquanto as de correr deslizam próximas à porta, o que economiza uma área de passagem.

Iluminação

A iluminação é um fator importante em todo ambiente. E, para os pequenos, a recomendada é luz natural. Por isso, janelas grandes são aliadas para quem quer aproveitar melhor os ambientes menores. Além disso, elas integram a morada à paisagem exterior. Cortinas com tela solar permitem a entrada da claridade (dependendo da porcentagem de abertura que escolher) e ainda contribuem com a decoração.

Para o ambiente da sala, a dica é investir em TV embutida na parede. Desse jeito, você terá mais espaço no rack ou no balcão para organizar outros eletrônicos, como, por exemplo, DVD, video game e o aparelho da TV a cabo.

         

Acabamento

No chão, procure utilizar um único tipo de revestimento. Este simples recurso pode unificar e ampliar os ambientes. Já no teto, avalie a possibilidade de rebaixar o forro de gesso. Se o ambiente for muito pequeno e tiver um pé-direito baixo, isso pode dar a sensação que o espaço seja ainda maior. Atualmente, existem luminárias, como as de trilho eletrificado, que servem para garantir uma luz bacana para o espaço sem a necessidade do forro de gesso.

Para concluir, a dica fundamental para quem quer decorar ambientes pequenos é ter a consciência que é preciso saber desapegar. Muitas vezes, o velho está só ocupando espaço em sua casa.

 

 

 

Deixe um comentário
Post relacionados
Qual a diferença entre tela solar e tecido?
05/06/2018
Design, Estilos, Inspiration

Como transformar a atmosfera de sua casa com o estilo minimalista?

Combinando elegância e funcionalidade, deixando de lado os excessos, o estilo minimalista dá a ideia de ambientes básicos, cleans e arrumados. Criado na década de 60, como uma série de movimentos artísticos, culturais e científicos, o estilo minimalista cresceu e atingiu várias áreas, até se tornar um estilo de vida, chegando aos lares das pessoas e influenciando tanto a arquitetura e a decoração quanto o modo de organizar das pessoas que optam pelo “menos é mais”.

Pode se dizer que a intenção desse estilo é excluir excessos. O carro chefe do minimalista é sempre adotar somente o essencial. Para aliar a estética à funcionalidade, é preciso deixar o cômodo mais vazio para valorizar a qualidade no lugar da quantidade. Alguns dos preceitos desse estilo são utilizar cores neutras, como branco, preto e cinza, formas geométricas simples, móveis multifuncionais e poucos elementos de destaque. A decoração minimalista traz a impressão que “tudo faz parte de tudo”.

 

 

A organização é imprescindível para um espaço minimalista. Cada objeto deve ter seu local de origem, sem excessos na decoração. O objetivo é trazer equilíbrio ao ambiente. Para aplicar o minimalismo através da organização, deve utilizar um método chamado declutter — que também é conhecido como “destralhe” – que procura deixar apenas os itens que te trazem felicidade, ou seja, o que é realmente necessário.

Baseada na sobriedade, elementos puramente decorativos são quase ausentes na decoração minimalista. A extravagância e o excesso devem ser cuidadosamente substituídos por uma atmosfera fundamentada na simplicidade, em que cada móvel, objeto ou elemento tenha a sua função e sua razão de existir no cômodo.

Esse estilo está longe de ser desinteressante ou chato, pelo contrário, o ambiente minimalista é repleto de elegância e personalidade. Os interiores desse tipo de decoração são compostos pelo o predomínio de linhas retas e traçados geométricos, ao invés de usar as curvas e a sinuosidade típicas de outras decorações. Já o mobiliário exerce uma função central na decoração minimalista. Os móveis são escolhidos com muita cautela, para não obstruir o espaço livre da casa, além de facilitar as tarefas diárias. Cadeiras, mesas, sofás, cortinas tudo é escolhido conforme sua função. Isso se dá, devido ao fato dos cômodos minimalistas serem mobiliados com o essencial.

Neste ambiente minimalista os modelos de Cortinas Rolô e Romana se encaixam bem, por serem práticas e de design simples. As cores claras e materiais sofisticados, trazem modernidade.

 

 

Seguem algumas dicas para transformar sua casa através da decoração minimalista:

1- Desapego: esse é o primeiro passo para uma decoração minimalista. Se você faz o tipo que acumula objetos e móveis por toda parte da sua casa, é hora de parar. Quase sempre acumulamos tantos objetos que a única solução é desapegar. Doe, troque ou venda tudo que não estiver usando.

2- Menos é mais: não precisa explicar. É isso mesmo. Nada de excessos.

3 – Limpeza: não adianta fugir. A limpeza do ambiente é um dos aspectos principais da decoração minimalista.

 

 

Deixe um comentário
Post relacionados