Tag

Cortina

Decoração, Inspiration, Sala

Dicas para decorar ambientes pequenos 

Decorar ambientes pequenos pode ser uma dor de cabeça. Por isso, vamos dar algumas dicas para ajudar quem mora num ambiente pequeno e deseja decorá-lo de uma maneira eficiente, porém charmosa.

Cores

Vamos começar pelo uso das cores. Nesse caso, use e abuse das cores claras. Elas vão dar a sensação de amplitude, além de deixar os ambientes com a impressão de serem maiores do que realmente são. Isso não que dizer, que você não possa optar por tons mais escuros. Uma boa sugestão, é usá-los em móveis ou objetos como, por exemplo, almofadas ou quadros. Outra ideia legal, é escolher uma das paredes de um ambiente para pintá-la com uma cor mais quente. Persianas e cortinas também devem seguir tonalidades claras.

Móveis

Outro fator que você deve prestar atenção, é na circulação ideal para determinado espaço e só  depois comprar os móveis. Às vezes, as pessoas compram de acordo com seus desejos e não conforme o tamanho do espaço. É importante também, optar por móveis com mais de uma utilidade, desta maneira você terá espaços mais práticos, além de evitar “poluir” o ambiente com muitos itens. Um exemplo: você pode usar um pufe redondo na sala que pode servir tanto de apoio para os pés, como uma opção de assento adicional.

Um truque muito bacana, é usar espelhos na decoração, porque assim, você consegue ampliar o espaço. Você pode colocar em uma parede inteira, na vertical ou na horizontal. Eles possuem o poder de praticamente dobrar a profundidade de um ambiente. Você também pode usar vários espelhos pequenos, em conjunto. Eles vão oferecer suavidade e leveza ao espaço.

Um objeto que pode lhe ajudar muito na hora de decorar um espaço pequeno, são os nichos. Quem precisa de espaços para guardar livros, acessórios e objetos da casa, por exemplo, pode investir em nicho.

Já as portas de correr, são outros acessórios que ajudam bastante. As portas de abrir exigem um espaço para serem abertas, enquanto as de correr deslizam próximas à porta, o que economiza uma área de passagem.

Iluminação

A iluminação é um fator importante em todo ambiente. E, para os pequenos, a recomendada é luz natural. Por isso, janelas grandes são aliadas para quem quer aproveitar melhor os ambientes menores. Além disso, elas integram a morada à paisagem exterior. Cortinas com tela solar permitem a entrada da claridade (dependendo da porcentagem de abertura que escolher) e ainda contribuem com a decoração.

Para o ambiente da sala, a dica é investir em TV embutida na parede. Desse jeito, você terá mais espaço no rack ou no balcão para organizar outros eletrônicos, como, por exemplo, DVD, video game e o aparelho da TV a cabo.

         

Acabamento

No chão, procure utilizar um único tipo de revestimento. Este simples recurso pode unificar e ampliar os ambientes. Já no teto, avalie a possibilidade de rebaixar o forro de gesso. Se o ambiente for muito pequeno e tiver um pé-direito baixo, isso pode dar a sensação que o espaço seja ainda maior. Atualmente, existem luminárias, como as de trilho eletrificado, que servem para garantir uma luz bacana para o espaço sem a necessidade do forro de gesso.

Para concluir, a dica fundamental para quem quer decorar ambientes pequenos é ter a consciência que é preciso saber desapegar. Muitas vezes, o velho está só ocupando espaço em sua casa.

 

 

 

Deixe um comentário
Post relacionados
Qual a diferença entre tela solar e tecido?
05/06/2018
Cortinas, Tendências

Qual a diferença entre tela solar e tecido?

Conciliar visibilidade, privacidade e proteção solar são algumas das missões da tela solar. Mas, pode surgir uma dúvida de como escolher a proteção mais adequada para a sacada de casa. Eis, que surge a pergunta, tela solar ou tecido decorativo?

Tela Solar

Tudo depende do seu desejo. Se você procurar por um modelo que possibilita uma entrada de iluminação natural agradável, que possa filtrar os raios UV, mas que a mesmo tempo, permita a visualização da paisagem externa, opte pela Cortina Rolo de Tela Solar. As telas solares são altamente técnicas, muito duráveis e podem ser usadas em lugares úmidos. Atualmente, representam quase 60% das vendas no Brasil.

Esse tipo de cortina é recomendado para quem pretende dar ao ambiente um visual mais clean, leveza, sem se esquecer da proteção solar. A tela solar combina com qualquer decoração ou qualquer estilo de projeto. Ela funciona como um painel vertical que pode ser aberto, recolhido ou enrolado. A tela possui a proteção UV e tem como composição aproximadamente de 70% de PVC e 30% de Poliéster, que é um material muito resistente à umidade do ar, além de ser fácil de limpar. Pelo fato da tela conter pequenos furos, ela filtra o acesso de luz solar de forma suave, mas permitindo a visualização do exterior.

Existem vários graus de proteção e visibilidade que varia conforme o fator de abertura da trama da tela.

Elas podem ter 3 fatores de abertura da trama, ou seja, screen 1%; 3%, 5% e 8%:

  • Coleção 1% – possui a trama mais fechada, permitindo pouca visibilidade para a área externa e uma maior proteção.
  • Coleção 3% – contém trama intermediária, ou seja, visibilidade parcial.
  • Coleção 5% – tem a trama do tecido mais aberta, com mais visibilidade para o exterior. Já à noite se inverte.
  • Coleção 8% – mais abertura e exposta à claridade.

A tela solar é de fácil manuseio e pode ser com acionamento manual ou motorizado. Há variadas cores de telas disponíveis, como branco, cinza, bege e preto. Mas, é preciso ter cuidado e atenção com a cor branca ou off white, pois ela reflete muito para dentro do ambiente, e com isso, o sol poderá continuar incomodando.

Tecidos

Outras opções para bloquear a entrada de sol, sem se descuidar da decoração, são as cortinas de tecidos. Os Blackout, por exemplo, bloqueiam 100% da luz que são recomendados para quartos e salas de TV. Eles são feitos de Poliéster e PVC e garantem o bloqueio de 100% da claridade e raios solares. Mas, não é por isso, que têm seu caráter decorativo comprometido. Suas coleções costumam abranger tramas decorativas especiais e uma paleta de cores ideal para uma decoração que dialoga com as tendências mundiais.

Já os tecidos decorativos podem dar vida às cortinas, colocando-as em destaque na decoração dos ambientes, além de oferecer um toque especial nos cômodos sociais. A opacidade e a transparência dos tecidos decorativos dosam a presença da paisagem nos ambientes, o que permite o equilíbrio perfeito entre o ambiente externo e interno. Eles são ricos em texturas, cores, tramas e podem casar com decorações cheias de estilo e gostos refinados.

Então, na hora de escolher o tipo de cortina ideal para seu ambiente leve em considerações as dicas acima.

Deixe um comentário
Post relacionados
Dicas para decorar ambientes pequenos 
21/06/2018
Ombrellone: sofisticado e funcional
14/06/2018